Este é um espaço de divulgação e partilha de ideias sobre o nosso concelho e sobre o projecto político do PS para Castro Verde.
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009
Unidade de Cuidados Continuados - Casével

Garvão, Serpa e Castro Verde vão integrar a Rede Nacional de Cuidados Continuados.

A Ministra da Saúde, numa cerimónia que decorreu recentemente, procedeu à assinatura de protocolos de financiamento a várias entidades do sector social que, vão permitir a criação de mais 3138 lugares na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI).

O aumento da capacidade de resposta disponibilizada pelo Sector Social é o objectivo do Programa Modelar, criado pelo Ministério da Saúde, que financia a criação ou requalificação de respostas em IPSS e Misericórdias parceiras da Rede.

Para as 102 candidaturas aprovadas, o Programa Modelar destina um financiamento de cerca de 66 milhões de euros.

A Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados foi criada em 2006, pelos ministérios da Saúde e do Trabalho e da Solidariedade Social, e visa construir respostas que permitam aos seus utentes recuperarem a autonomia para as actividades da vida diária e reduzirem o seu grau de dependência.

Se relativamente ao concelho de Ourique já vos falámos da Unidade de Cuidados Continuados que será construída ainda no decurso deste ano em Garvão, no caso específico do concelho de Castro Verde a UCC será construída na vila de Casével, resultando da candidatura feita pela Fundação Joaquim António Franco e seus Pais ao Programa Modelar do Ministério da Saúde, e terá a capacidade para 21 utentes em regime de cuidados continuados de média duração. Trata-se de um projecto cujo valor estimado para a sua concretização, até ao final do ano, rondará os 2169206,00€ (destinados à construção do Lar de 3ª Idade e Unidade de Cuidados Continuados), sendo financiado em 700000,00€ pelo Ministério da Saúde.

In: Revista Cultos – Edição de Fevereiro

Sublinhado da nossa autoria.

 

Comentário do PS Castro Verde:

 

Mais um investimento do Governo PS em Castro Verde, numa área particularmente carenciada na nossa região, a provar que as parcerias com as entidades locais podem potenciar o esforço que essas entidades desenvolvem na prossecução do bem-estar das populações, um prémio à sua dedicação e a confirmação de uma verdadeira política social.

 



publicado por revor às 23:25
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Fevereiro de 2009
José Sócrates reeleito Secretário Geral

Os militantes do Partido Socialista reelegeram José Sócrates para Secretário-Geral do PS, nas eleições que decorreram entre sexta-feira e ontem. José Sócrates foi eleito com 96,43% dos votos, tendo-se registado 2,79% de votos em branco e 0,76% nulos. Na eleição para delegados ao XVI Congresso Nacional do PS, a moção de José Sócrates, “PS: A Força da Mudança”, obteve 1700 delegados, a de Fonseca Ferreira, “Mudar para Mudar”, obteve 21, e a de António Brotas, “Democracia e Socialismo”, elegeu um delegado. Estes resultados correspondem ao apuramento de 711 das 718 secções de voto ficando oito delegados por atribuir de um total de 1730. Estão ainda por apurar as secções de Chateauxbriand (França), Suíça e Winnipeg (Canadá). A votação não se realizou em Dortmund (Alemanha) e Belo Horizonte (Brasil). As eleições serão repetidas nas secções de Pampilhosa da Serra e Vila Nova de Poiares, ambas na Federação do PS/Coimbra. A repetição do acto eleitoral terá lugar a 20 de Fevereiro, à mesma hora, no mesmo local.

 

Fonte - www.ps.pt



publicado por revor às 13:24
link do post | favorito
|

Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2009
Eleições

Decorrem, em Castro Verde, no próximo sábado dia 14 de Fevereiro, entre as 16 e as 20 horas, as eleições para Secretário Geral, Departamento das Mulheres Socialistas e Delegados ao Congresso.

Para as eleições a Delegados concorreu um única lista, subscritora da Moção de Estratégia Global "PS: A Força da Mudança", apresentada pelo camarada José Sócrates.



publicado por revor às 13:42
link do post | favorito
|

Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009
Assim se vê a democracia do PC!

Exclusivo: Tribunal anula adesão de Alcácer do Sal à AMDB (Act.)

O processo remonta a 2002, altura em que os municípios de Cuba, Ferreira do Alentejo e Odemira avançaram com uma acção no Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa contra a Associação de Municípios do Distrito de Beja (AMDB). As autarquias pretendiam ver anulada a decisão tomada pela Assembleia Ordinária Intermunicipal de 28 de Dezembro de 2001, na qual foi aprovada a admissão da Câmara de Alcácer do Sal à Associação de Municípios do Distrito de Beja. As três Câmaras sustentavam a sua pretensão no facto da integração de Alcácer não ter sido incluída na Ordem da Trabalhos daquela Assembleia Intermunicipal.
O Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa deu razão às três autarquias e, por decisão tomada em Novembro do ano passado, anulou a adesão de Alcácer do Sal pois considera que foi decidida sem que a matéria fosse inserida na Ordem de Trabalhos da Assembleia Ordinária de 28 de Dezembro de 2001, violando o disposto no artigo 19.º do Código de Procedimento Administrativo. Para que a mesma fosse válida eram necessários dois terços dos associados e o reconhecimento da urgência da adesão de Alcácer, o que não consta da acta.
A sentença é conhecida cerca de 7 anos depois da adesão. A Associação de Municípios do Distrito de Beja foi entretanto extinta e criada da Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL).

Esta matéria foi analisada na semana passada pela Assembleia Intermunicipal da AMBAAL. João Paulo Trindade, presidente da Assembleia, afirma que os municípios decidiram contactar a Câmara de Alcácer do Sal para perceber quais são as intenções do município e pedir um parecer jurídico sobre os efeitos da sentença. João Paulo Trindade não consegue avaliar as consequências da decisão Judicial pois poderá anular muitas medidas tomadas nos últimos 7 anos.

Luís Pita Ameixa, na altura presidente da Câmara de Ferreira do Alentejo, afirma que a decisão judicial revela que o PS “tem razão” nas suas “lutas”. O presidente da Federação do Baixo Alentejo do Partido Socialista acrescenta que a atitude dos eleitos do PCP foi “muito feia até no plano democrático”.
O deputado socialista lembra que a CDU perdeu a maioria das Câmaras em 2001 e entre o acto eleitoral e a tomada de posse dos novos eleitos fez aprovar a adesão de Alcácer do Sal para um “reequilíbrio das forças” num “grande oportunismo e pouco respeito pela democracia”.

 

 

In - Rádio Pax, Beja

Negrito da autoria do gestor do Blogue

 



publicado por revor às 22:28
link do post | favorito
|

pesquisar
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Comunicados

Um ano de mandato desolad...

Propostas PS para imposto...

Eleições na Concelhia de ...

PS defende maior particip...

Contra a baixa política d...

O melhor resultado de sem...

O custo das campanhas

VITÓRIA

Site Por Castro já está a...

Mais e melhores cuidados ...

Arquivos

Outubro 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Correio do Munícipe
ps.concelhia.castroverde@gmail.com
Contactos da Concelhia
Rua Campo de Ourique 7780 Castro Verde ps.concelhia.castroverde@gmail.com
Visitas
blogs SAPO
subscrever feeds