Este é um espaço de divulgação e partilha de ideias sobre o nosso concelho e sobre o projecto político do PS para Castro Verde.
Segunda-feira, 7 de Maio de 2007
Relatório de Contas de 2006 revela-se uma desilusão

 

Aprovadas que estão as contas do município de Castro Verde referentes ao ano de 2006, impõe-se uma análise aos números apresentados pelo executivo municipal, em matéria de execução.

Em primeiro lugar cumpre-se, uma vez mais, uma taxa de execução que não atinge sequer os três quartos do previsto inicialmente. A estes dados acrescente-se um endividamento que, no final de 2006, rondava os 6 milhões de euros. E tudo isto sem que, nos últimos anos, e em particular em 2006, se vislumbre qualquer obra de vulto, como o seria por exemplo a eternamente adiada Zona de Actividades Económicas. Só neste particular (Funções Económicas), o relatório de contas de 2006 aponta para uma taxa de realização de 0%. Isso mesmo, 0%.

Curiosas são também as opções de investimento do executivo municipal. Como exemplo apontamos o seguinte: Apoio a famílias carenciadas para recuperações habitacionais – 3.685,71 €, Comparticipação em despesas de saúde (titulares Cartão Social) – 246,68 €. Por outro lado: Pirotecnia – 7.502,00 €. Exemplos bem elucidativos das prioridades em Castro Verde.

Mas a questão das prioridades não se fica por aqui. No sector da habitação a política do município revela uma taxa de execução de…17,57%. Uma vez mais o investimento é praticamente inexistente.

Sendo a questão do abastecimento de água no concelho um problema para o qual o PS já chamou à atenção por diversas vezes, e ao longo do tempo, é com desilusão que se conclui, pelo relatório de contas, que a taxa de realização de intervenções na rede em 2006 aponta para os 26,49%, a que corresponde pouco mais de 83.893,97 € de investimento.

Em plano oposto, nas áreas da Cultura e Desporto foram investidos mais de 520 mil euros. O PS é totalmente a favor dos investimentos nestas duas áreas, no entanto, entendemos, deve presidir o princípio da equidade na distribuição do investimento pelas diversas áreas da competência da autarquia.

Nos quatro primeiros meses de 2007 o cenário quanto à actividade do município não é muito diferente. Sendo Castro Verde o epicentro reivindicativo do cumprimento das obrigações do Governo para com as populações, é de esperar que, em causa própria, essa mesma exigência se faça cumprir em relação ao município.

 

 

A Comissão Política Concelhia de Castro Verde do PS

 



publicado por revor às 13:39
link do post | favorito
|

pesquisar
 
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Comunicados

Um ano de mandato desolad...

Propostas PS para imposto...

Eleições na Concelhia de ...

PS defende maior particip...

Contra a baixa política d...

O melhor resultado de sem...

O custo das campanhas

VITÓRIA

Site Por Castro já está a...

Mais e melhores cuidados ...

Arquivos

Outubro 2010

Março 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Julho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Correio do Munícipe
ps.concelhia.castroverde@gmail.com
Contactos da Concelhia
Rua Campo de Ourique 7780 Castro Verde ps.concelhia.castroverde@gmail.com
Visitas
blogs SAPO
subscrever feeds